Alunos do Colégio Cenecista passam por avaliação antropométrica

Com o excesso de peso e a obesidade cada vez mais frequentes entre crianças e adolescentes, o diagnóstico do estado nutricional torna-se indispensável na verificação de riscos nutricionais nesta faixa etária. Com o objetivo de fazer um acompanhamento, o Ambulatório de Nutrição da Clínica Escola, da Faculdade CNEC, realizou a avaliação antropométrica de alunos do Colégio Cenecista. Os resultados servirão para o desenvolvimento de ações de educação nutricional.

Um dos indicadores de saúde da criança mais sensíveis e usado universalmente, a avaliação antropométrica foi aplicada em uma amostra composta por alunos de 3 a 10 anos, da educação infantil ao quinto ano, sendo 68 meninas (51,13%) e 65 meninos (48,87%), totalizando 133 alunos. Foram realizadas medidas de peso, altura, circunferência da cintura, circunferência do braço, dobra cutânea tricipital e dobra cutânea subescapular.

Resultados

Das 68 meninas avaliadas, 32 (47,05%) apresentaram algum tipo de alteração na avaliação antropométrica, sendo que em 36,76% deste grupo foi verificado excesso de peso, conforme o IMC (Índice de Massa Corporal). Entre as meninas, ainda verificou-se 33,82% com o percentual da adequação da circunferência do braço elevado, 23,53% com a circunferência da cintura elevada e 38,24% com alteração no percentual de gordura corporal.

Dos 65 meninos avaliados, 40 (61,54%) apresentaram alguma alteração na avalição antropométrica. Entre eles, constatou-se que 33,85% estão com excesso de peso, conforme o IMC. Além disso, verificou-se 47,69% com o percentual da adequação da circunferência do braço elevado, 35,38% com a circunferência da cintura elevada e 50,77% dos meninos com alteração no percentual de gordura corporal.

De acordo com a professora supervisora, Camile Boscaini, o uso da avaliação antropométrica nessa faixa etária gera um resultado positivo para escola, pais e alunos: “A partir dos dados obtidos, todos podem se mobilizar para incentivar sobre o estilo de vida saudável e buscar alternativas para melhorar o estado nutricional das crianças e adolescentes”.

Ações voltadas para a educação nutricional estão sendo realizadas no ambiente escolar a fim de conscientizar as crianças sobre a formação de hábitos saudáveis. Participaram da atividade as estagiárias de Nutrição Andressa Odorcik, Patrícia Milani, Sheila Rita Massutti e Simone Reginato Marchezan.

WhatsApp Image 2018-04-17 at 18.12.32

WhatsApp Image 2018-04-17 at 17.03.29

WhatsApp Image 2018-04-17 at 18.12.45


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *